InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Vida

Ir em baixo 
AutorMensagem
Flá

avatar

Feminino Peixes Cabra
Idade : 27
Mensagens : 32

MensagemAssunto: Vida   Qui Out 20, 2011 3:54 am

    Quando tinha poucos dias de vida foi entregue por seus pais a Cass, em um acordo que ambos fizeram, sem realmente se importar se ela era uma boa pessoa ou não. Cass o levou para casa e antes mesmo de contar a Laurel sobre o acontecido, deu o menino como presente a Rapha, como a menina havia pedido anteriormente. Daniel, que recebeu o nome por Laurel, cresceu em uma família estranha, mas sendo tratado como se tivesse saído da barriga de Laurel assim como Rapha. Em hipótese alguma ele tinha mais regalias que Rapha teve ou o contrário. Educados igualmente, tudo que valia para um, era regra para o outro.

    Apesar de ter grande atenção de Laurel, era de responsabilidade de Rapha e Cass alimentá-lo, dar banho, trocar de roupa e brincar com ele. Desse modo, vivia a maior parte do tempo com elas, e na mesma medida que era muito mimado pelas duas, era esquecido por centenas de vezes. Cresceu uma criança forte e saudável, e muito antes do que Rapha, Cass e Laurel esperavam já estava engatinhando. Nesse ponto a casa perdeu o Sossego. Daniel acordava em meio a noite e ia parar no jardim quase todas as noites, deixava Laurel e Cass de cabelos em pé, enquanto Rapha nem se movia no seu sono.

    Sua primeira palavra foi Cass, pra tristeza de Rapha, que vivia tentando ensiná-lo a dizer Raphaela, e desde sua primeira palavra, nunca mais parou. Cada dia novo, sequências de novos sons e palavras eram aprendidos, todas as palavras em francês. Aprendeu a andar no Jardim da casa e corria muito por todos os cantos do local. Não parava quieto e era uma criança tão empolgada quanto Raphaela, até ganhar seus primeiros brinquedos. Apesar de ainda brincar com Rapha, acampar com elas no jardim e entre outros, Daniel começou a gostar de brincar sozinho, com suas vassouras e seus bruxinhos, mas sempre ao lado de Cass e Rapha.

    Quanto mais crescia, mais desenvolvido ficava. Era um menino bastante esperto e aprendia as coisas rapidamente. Logo começou a aprender a segunda língua e assim por diante. Enquando Laurel lhe ensinava boas maneiras e a ser um menino erudito, Cass ensinava os truques da vida e como ser um menino forte, ambicioso e macho. Com Rapha aprendeu a se importar com as pessoas, mas só com quem realmente gostava. Com pouco contato com Eric, que via raramente, demorou ater um certo nível de intimidade com ele, mas quando precisa de uma referência masculina com pênis, e a ele que recorre.

    Além de sua família, Daniel manteve contato com sua madrinha, Letícia, amiga de Laurel. Totalmente apaixonado por ela desde muito pequeno, tudo que fez e aprendeu foi para impressioná-la. Desenhos, línguas, esportes, atividades extras, tudo era para que ele tivesse a sua atenção. Mantendo o respeito por todas as outras amigas de Laurel e os amigos de Rapha, nunca teve vontade real de ser mais próximo deles, e por isso não sofria com a exclusão social que vivia, assim como Rapha. Quando ia a cidade, sempre brincava com alguns meninos enquanto esperava os adultos se resolverem. Mas foi quando Raphaela foi estudar em Salém, aos seus seis anos, que Daniel ficou doente pela primeira vez. Antes disso nem resfriado ele havia pego. De cama a vários dias, Laurel teve que viajar com ele para ver Rapha e ficar nos EUA por duas semanas para que Daniel melhorasse e então eles pudessem voltar.

    Ao chegar em casa, tinha o reino todo pra si. Passava todo seu tempo vago aprendendo coisas com Cass, e quando sobrava tempo, desenhava para Rapha, escrevia cartas, e movia meu mundinho. Depois que Rapha se mudou, era raras as vezes que via os amigos dela, e mais raro ainda ver suas mães, com exceção de Letícia. Um pouco mais tarde foi chamado a Beauxbatons. Longe de sua mãe poderia agora exercitar os aprendizados que teve com Cass. E não teve sequer um deles que Daniel deixou passar. Fez amigos rapidamente mas não levava tanto a sério quanto era levado. Mesmo assim nunca ficou sozinho. Se relacionou com várias garotas mas não se apegou a nenhuma, só ganhou experiencia, que era contada a Cass que o orientava cada vez mais. Tudo seguia o plano de vida que Cass e Daniel construíram desde que ele era pequeno até ele conhecer começar a ter amizade sincera com ela, coisa que nunca teve interesse em ter com ninguém. Uma certa dependência foi sendo criada entre o que ele fazia e o que ela via. Não mudou com as outras pessoas, ainda mantinha seus amigos de sempre e tratava as pessoas como o habitual, mas com ela ele era uma nova pessoa. Uma pessoa que precisava de alguém menos cheio de si e ríspido para conseguir se manter perto. Com ajuda de Rapha conseguiu se aproximar cada vez mais de Noukka, e os passeios, as aulas, os tempos livres, as férias, grande parte do seu tempo começou a se dedicar a essa amizade, que Danny demorou admitir que era bem mais profunda do que ele gostaria e sabia lidar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Vida
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Eu desisto da minha vida...
» Nintendo Direct Amanhã
» Dúvida - Lord of the Rings - LCG
» Dúvida - Pandemic
» Eclipse - Dúvida

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wizard Kids :: Flá :: FOX, Daniel-
Ir para: